Para 2018: Design de Aprendizagem!

“O mundo mudou, os aprendizes mudaram. Não é mais tempo de design instrucional, é hora de criarmos um design de aprendizagem que facilite o processo, seja apetitoso, divertido e funcione.” Este é um dos pensamentos que norteiam a vida profissional de Flora Alves, sócia fundadora da SG – Aprendizagem Corporativa e autora do livro Design de Aprendizagem com Uso de Canvas. Publicado pela DVS Editora, a obra literária utiliza os princípios do Design Thinking como base para formar os pilares do Trahentem, sendo eles: Colaboração, investigação, experimentação, propósito, visual, agilidade e simplicidade.

Voltada para otimizar a eficácia do processo do desenvolvimento de treinamentos, a metodologia inovadora tem o objetivo de protagonizar o ser humano e associar as estratégias da empresa com o desempenho desejado do colaborador. Por meio de pôsteres e post-its na modalidade Canvas, o processo facilita o diagnóstico, a seleção de conhecimentos e conteúdos e também o design de soluções. A principal proposta do Trahentem é construir uma ponte entre a teoria e a prática. Ficou interessado em saber mais sobre Design de Aprendizagem? Então, confira abaixo dicas para começar a praticar essa iniciativa organizacional tão promissora.

Para início de conversa

Antes de por a mão na massa nas ferramentas do Trahentem você deve compreender o momento certo para inserir o design de aprendizagem na organização. Os seus colaboradores necessitam adquirir novos conhecimentos? Precisam aprimorar habilidades? O funcionamento das atividades diárias não está fluindo? A empresa está em fase de mudanças? Se a sua resposta para alguma das indagações for sim, leia com atentamente o uso do Canvas.

A metodologia do desenvolvimento de treinamentos abre mão do tradicional e propõe uma opção mais dinâmica e intuitiva. Para ajudar no ciclo de análise de cenário e definição de indicadores, processo de designer e desenvolvimento de conteúdo, implementação e medição dos resultados existem três meios:

Canvas Di-Empatia: É uma ferramenta de diagnóstico com foco no participante que permite entender as necessidades da instituição e as demandas do colaborador levando em consideração os Gaps de performance e facilitando a construção de um objetivo de aprendizagem efetivo.

Canvas Di-Tarefas: Ferramenta de filtragem de conteúdos essenciais para a aprendizagem do colaborador.

Canvas Di-Ropes: Acelera a criação de soluções de aprendizagem e catalisa o conhecimento em si. Esta etapa trabalha as informações selecionadas do Di-Tarefas com foco nos processos psicológicos para adquirir o conhecimento.

Por fim, não fique de fora do Workshop Trahentem! O evento que acontece em 16 de março das 9h às 18h é voltado para professores, palestrantes, designer instrucionais e responsáveis por contratações. Para mais informações, acesse: http://www.learningsg.com/event/workshop-trahentem/.

Leave a Reply


Agenda #EscolaVivaSG

%d blogueiros gostam disto: