fbpx

Lide com o estresse e aprenda a conviver com ele

Lide com o estresse e aprenda a conviver com ele

A população brasileira está entre em uma das mais estressadas do mundo. Em uma pesquisa apurada pela International Stress Management Association (ISMA), o Brasil figura na segunda posição e só perde para o Japão, e o fator que mais causa estresse no brasileiro é o trabalho, onde segundo o estudo da ISMA, 70% apontaram sofrer com a causa.

De cada dez trabalhadores brasileiros, pelo menos três sofrem da chamada síndrome de Burnout, que seria o esgotamento mental intenso, causado por pressões no ambiente profissional. Bem, esses dados já são suficientes para nos alertar sobre a importância de debatermos o assunto e saber lidar com ele. Afinal, deixar as emoções e sentimentos internos de lado é um mau negócio para qualquer pessoa.

Mas porque o estresse atinge tantas pessoas? As pessoas estão sempre correndo contra o relógio para dar conta de todos os compromissos, trabalham em excesso, enfrentam pressão, prazos apertados e cobrança por resultados. Além disso, não conseguem equilibrar vida pessoal e profissional. Até a tecnologia, que deveria ser uma aliada, entrega uma avalanche diária de informações, deixando qualquer um bastante agitado.

E as consequências causadas pelo estresse são diversas, como por exemplo, a baixa da produtividade, pois o profissional fica desmotivado, tem dificuldade de concentração ou até mesmo de raciocínio, além do estresse deixar o corpo mais cansado podendo atrapalhar o sono, o que também contribui para um baixo desempenho nas atividades laborais; problemas físicos, onde o corpo libera hormônios para o combate que atuam no cérebro, musculatura e circulação sanguínea, acarretando dores de estômago, de cabeça, tontura, dores musculares, entre outros; e problemas mentais, pois além de afetar o corpo, o estresse afeta o cérebro causando nervosismo, irritação e desequilíbrio emocional. Ademais, o quadro pode levar a crises de ansiedade, de pânico e até depressão.

Para Flora Alves, CLO da SG – Aprendizagem Corporativa Desenhada Sob Medida, é extremamente importante levantar a bandeira sobre o estresse e, mais que isso, desenhar soluções de aprendizagem que ajudem as equipes a saber como lidar com estas questões. “Soluções de aprendizagem customizadas também são indicadas para o desenvolvimento de competências socioemocionais, como o equilíbrio e inteligência emocional, já que no processo de diagnóstico recomendamos ações de desenvolvimento de habilidades por meio de treinamento, como por exemplo, aprender a utilizar o estresse a seu favor. O tema é uma necessidade urgente, já que o estresse faz parte de nossas vidas e é até desejável de forma moderada, quando pensamos em produtividade e qualidade. A busca e aceitação deste tema pelos participantes/colaboradores das organizações é alta, já que é relevante e possibilita a aplicação imediata do que foi aprendido”. 

Como prevenir e diminuir o stress no dia a dia?

O stress não pode ser negligenciado ou tratado com uma simples irritação. Para combater o estresse e a ansiedade é importante diminuir as pressões externas, encontrando alternativas para que o trabalho possa ser realizado de forma mais tranquila. Também é indicado encontrar o equilíbrio emocional, sendo capaz de administrar melhor o tempo entre trabalho, família e dedicação pessoal.

Algumas atitudes para reduzir a sobrecarga são:

Relaxe – O trabalho é importante, mas é necessário aproveitar a vida. Separe um período do dia para não pensar em nada e escute uma música que você goste, faça meditação, assista a um filme, pratique um hobby. É necessário também se divertir com a família e amigos, nunca adiar as férias e também viajar quando possível. Tudo isso reduz os níveis de cortisol e deixa seu corpo e mente relaxados.

Delegue tarefas – Muitos profissionais querem dar conta de tudo sozinhos. Acreditam que outra pessoa não fará tão bem o trabalho como eles, mas, com isso, podem se estressar. Então, tenha mais confiança na sua equipe e aprenda a delegar tarefas. Você terá um dia mais produtivo e tranquilo.

Gerencie o tempo de trabalho – Estipule as prioridades, se concentre em cada atividade e tente evitar as distrações. Em muitos casos, é preciso saber falar “não” de vez em quando para que você consiga cumprir suas obrigações sem atropelos. O importante é conseguir respirar e manter um equilíbrio entre vida pessoal e profissional.

Realize exercícios físicos – A prática da atividade física e esportiva, além de melhorar o sistema cardiorrespiratório e contribuir para a perda de peso, ajuda a aliviar as tensões. Isso porque o corpo libera endorfina, hormônio que traz a sensação de bem-estar. Ao realizá-lo, você assume o compromisso de cuidar de si mesmo, o que eleva a autoestima.

“Ao desenharmos soluções de aprendizagem customizadas, os objetivos são estabelecidos de forma específica e mensurável para aquele público e sua realidade, e atingidos em experiências que contemplam os princípios de aprendizagem de adultos (andragogia) do começo ao fim. Alguns exemplos seriam a oportunidade que o participante tem de rever seus hábitos, identificar mecanismos e fatores individuais geradores de estresse e praticar técnicas para lidar com o estresse, entre outros. Independente do objetivo estabelecido na solução customizada, o participante é o centro do processo e a ação é fundamental para a promoção da aprendizagem”, pontua Monica Almeida, Facilitadora e Designer Instrucional da SG – Aprendizagem Corporativa Desenhada Sob Medida.

Para a profissional, isso significa que podemos considerar atividades que envolvam a arte, música e mindfulness (atenção plena), incluindo técnicas de respiração, relaxamento e automassagem, além de tantas outras possibilidades. “O resultado são treinamentos que contribuem para a melhoria da performance das pessoas na organização, mas de uma forma leve e atrativa”.

Gostou? Compartilhe