FLA Design Thinking & Innovation Week: Qual o significado da participação da SG?

FLA Design Thinking & Innovation Week: Qual o significado da participação da SG?

Quem me conhece e acompanha a trajetória da SG de perto sabe que para nós não há verdade absoluta tampouco premissas que não devam ser revistas. Por isso a vontade de inovar e crescer, não em tamanho, mas em impacto positivo e sustentável, só aumenta e nos faz revisar constantemente a nossa missão para verificar se ela continua alinhada ao nosso propósito.

O mesmo espírito inovador e o olhar atento ao que nossos clientes percebem de valor no nosso trabalho que nos fez apagar grande parte de nossos produtos de nosso portfólio 8 anos atrás para focar naquilo que realmente nos traduz tem nos levado a reforçar nossos valores e continuar mundo afora em busca de melhores práticas.

Por isso, cá estou eu representando a SG nesta semana vibrante e repleta de oportunidades de troca.

Nossa imersão começou na noite do domingo com um típico happy londrino que reuniu aqueles que já estavam na cidade. Hoje, nos encontramos em um dos espaços do We Work em Londres para o início de nossa imersão.

Somos 29 pessoas provenientes de 19 países, dos quais 5 brasileiros de diferentes indústrias. Ver o Brasil tão bem representado faz renascer o orgulho e a certeza de que sim, nós podemos virar o jogo.

Depois de uma breve introdução e, claro, atividades “hands on” saímos para duas visitas a empresas inovadoras do cenário Londrino que utilizam o Design Thinking como abordagem para seus processos de inovação.

A primeira foi a Impossible onde o tema foi “Change and Growth” onde Andrew, cuja formação original é da área de Artes reforça a importância do propósito no desenvolvimento de negócios sustentáveis. Tendo começado seu trabalho em agências convencionais ele nos chama atenção para o fato que nossos espaços hoje tem um design que favorece mais a criatividade mas continuamos reunidos para falar sobre este assunto em fileiras e apoiados por ppts e flip-charts…

Destacando a importância da sustentabilidade ele destaca que na Impossible “todo negócio é um negócio” o que implica em clientes em receita, ou seja, inovação e retorno caminham juntos. Eles se definem como Especialistas em traduzir propósito em produtos sendo que o primeiro passo é ajudar seus clientes a encontrarem o seu propósito.

Ele aponta três pilares para fazer um negócio sustentável. São eles:

Negócios, pessoas e ambiente. Ele ainda afirma que não podemos sobreviver padronizando, alienando, automatizando e desaparecendo. Ele encerra sua apresentação pontuando que não podemos apenas pensar e fazer é preciso sonhar também e encerra dizendo que os negócios provavelmente precisam de um Chief Storyteller antes de contratar um Chief of Innovation Officer.

Meu maior insight desta visita diz respeito a como incluir o planeta no processo de empatia para a investigação de um problema, ou seja, não basta mais empatizarmos com o ser humano para quem desenhamos uma solução, mais que um design centrado no ser humano, precisamos produzir um design centrado no planeta.

Ainda com o cérebro borbulhando, saímos pelas ruas sob a garoa de Londres para visitar a Hirch & Mann onde ouvimos Daniel falar sobre “From Spaces to Destination: Redefining Experiential”. Daniel, originalmente artista e escultor hoje utiliza a tecnologia para promover experiências customizadas.

Entre inúmeros insights algumas de suas falas vale a pena registrar por aqui:


“A Tecnologia é inútil sem uma necessidade humana.”

“Um artista cria algo para expressar sua verdade, um designer cria algo que atende a necessidade de alguém”.

A empresa reproduz este clima com o caos e a criatividade convivendo com a gestão de projetos, o orçamento e a relação de confiança que se faz presente entre cliente e fornecedor que estão reunidos em torno do mesmo propósito. Prático sem deixar de ser criativo ele nos apresentou seu framework no qual estão milestones e vários aplicativos como dicas para a gestão do negócio.

O dia terminou em um mercado local com drinks e reflexões sobre os aprendizados em um mercado local cheio de charme e apropriado para o networking e troca. Nós por aqui felizes por saber que o primeiro dia já valeu a viagem pois os insights até aqui produzirão efeitos mágicos em nossa Maratona de Certificações no final do ano.

Acompanhe as nossas redes sociais ou a hashtag #FLA_DTI. Quer saber mais sobre o Future London Academy? Clica aqui. Aproveite e confira algumas cenas de hoje e fique de olho, produziremos um e-book com os principais aprendizados!

Gostou? Compartilhe